Paperback Í O Assobiador Epub Ò


O Assobiador From Angola a country riddled with civil war and its aftereffects for the last 30 years comes a surprising story of hope passion and magical realism from a groundbreaking young African novelist A young man arrives at the church of a small African village and starts whistling so beautifully that the priest is left in tears As his weeklong stay continues the whistler finds himself affected by the colorful inhabitants of the village as they all become bewitched and surrender to the moods of his melodies

  • Paperback
  • 102 pages
  • O Assobiador
  • Ondjaki
  • English
  • 05 October 2016
  • 9780955233975

About the Author: Ondjaki

was born in Luanda in 1977 He completed his degree in Sociology in Lisbon in 2002 with a study on the great Angolan writer Luandino Vieira A versatile young talent and a most promising writer of the Portuguese language in Africa he has already had paintings exhibited given public performances as an actor as well as published his own poems and novels Ondjaki has been awarded the Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco 2008 by the Portuguese Writers' Association for his novel Os da Minha Rua In 2008 he was distinguished with the Grinzane for Africa award in the category of young writer and recently Ondjaki has won the prestigious Jabuti Prize 2010 with his juvenile book AvóDezanove e o Segredo do Soviético Source



10 thoughts on “O Assobiador

  1. Jota-p Jota-p says:

    Sendo peuenino não me foi difícil despachar este livro Mas se é peueno em tamanho e número de páginas não o é em termos de capacidade literária do autorOndjaki escreve de uma forma bastante poética com imagens muito bonitas e ue não são cliché A premissa da chegada de um estranho ue alvoroça uma aldeia interior não é nova mas na prosa poética de Ondjaki tudo fica bonito e com uma frescura ue só um autor inspirado consegue dar às suas ideias Claro ue no fim da história nada será como dantes Enuanto ue uns se emancipam e vão em busca de outras felicidades outros desinibem se e encontram o amor ou deixam de lhe fugirEnfim e resumindo ainda ue não possa garantir ue este livro fiue na minha memória para sempre esta novela foi uma rápida mas agradável leitura ue me fará continuar a ficar atento a este autor nomeadamente aos romances de maior fôlego ue ele venha a escrever no futuro

  2. mar mar says:

    Ondjaki está certamente no meu leue de autores favoritos Foi um dos causadores do despertar da leitora ue há em mim e todos os livros ue li dele encheram me o coração e a alma de uma maneira ue até hoje sou incapaz de descrever É um daueles autores ue uero ler TUDO Até a lista de compras Não posso deixar de me sentir levemente desiludida com este O Assobiador As expectativas estragam nos os planos realmenteEsperava um livro de excelência e acabei por encontrar apenas um bom livro A escrita é como sempre fabulosa mas o enredo passou por mim sem nada me dizer É um livro a reler um dia

  3. Mariana Mariana says:

    Um livro ue me recordou de um dos livros da minha vida falo de O Perfume história de um assassino uem ler ambos certamente perceberá a comparaçãoA escrita de Ondjaki é encantadora a história é mediana

  4. Harry Rutherford Harry Rutherford says:

    I have read several books recently that felt like a bit of a chore so the first point to make about The Whistler is that it is gloriously short With the help of generous amounts of white space the publishers have padded it out to 100 pages but it’s probably like 60 pages of actual text I’m not a fan of short stories and I’m usually suspicious of very short novels but this time I was in the mood for it how nice to get a book finished in a couple of short sittingsIt’s about a man with an extraordinary whistle; except actually the whistler himself hardly appears It’s really the story of a village reacting to the whistler’s arrival; and his whistling has a remarkable effect on people We’re in magical realism territory hereThe story is light on plot but strong on atmosphere; it’s dreamy and wistful and gently funny I guess in the end it might be a tiny bit insubstantial but I found it very likeable And it’s nice to read African fiction which isn’t about civil war or dictatorship or colonialism important though those subjects are but instead about people’s normal desires and concerns on a human scaleHe arrived in October at the same time as the enduring and silent rains of that village His hair fell along the thin sides of his face his clothes were completely soaked and heavy his eyes barely open from such amazement it was a rain as soaking as any other but without the natural gift of making a noise as it fell He believed he was in the midst of an intense snow storm and opened his mouth He had never experienced a rain like thisHe put his bag on the steps He looked still with that soaked gaze at the pigeons that surrounded the church They flapped around him alighted n the windows and took to the air again It was only them that made a noise; only their noise could be heard Further in the distance was a donkeys’ retreat It is true gathered donkeys grey fat content and amblingHe went into the church with a small step without making a noise The day was still young and the first mass had already taken place He breathed the air around him felt a delicate religiousness penetrate his lungs and his heart The beauty of the architecture the light filtering through the stained glass windows the morning and the moment the absence of the Padre led him to begin whistling He discovered with the end of the first notes that this was one of the best places in the world for the whistling of melodies The Whistler is my book from Angola for the Read The World challenge

  5. Julie Webb Julie Webb says:

    Poetic prose descriptive and atmospherically detailed This book is very short but a nice uick read I feel as though rereading will give new details that I missed the first time through The whistler is a mysterious character but he really is not the main story The little village full of characters is the main event here High sense of magical realism throughout makes this a fantastic little read Recommended

  6. Maria Carmo Maria Carmo says:

    A prosa de Ondjaki envolve nos como as liambas da floresta tropical penetra nos como o cheiro a sal da casa de Dissoxi infiltra se em nós como a hipnotizante música do AssobiadorExcelente AlerMaria Carmo 19 OUT 2011

  7. Janeka Janeka says:

    Foi uma boa leitura com um estilo de escrita ue me agradou bastante Se auele final ao início me soou um bocado estranho rapidamente se entranhou e tornou se divertido

  8. Carolina Carolina says:

    Apesar de gostar muito deste autor este curto romance desiludiu me bastanteNuma aldeia surge de repente um assobiador um homem ue assobia coisas maravilhosas O autor esforça se por mostrar a grave influência ue esses assobios têm nos vários habitantes da aldeia mas penso ue ficou auém das expectativasPara começar nunca percebemos exactamente o ue é ue o assobiador está a assobiar pelo ue o deslumbramento pelo seu som passa ao lado do leitor Depois as outras personagens não possuem muita verosimilhança aparentando ser mais caricaturas de pessoas reais do ue outra coisaTambém as descrições dos lugares espaços e acontecimentos são muito difusos sendo ue a sua falta de clareza não nos permite localizar bem as acçõesAcabam por ter mais interesse as citações em todos os capítulos o ue me pareceu um exagero do ue os capítulos em si

  9. carpe librorum :) carpe librorum :) says:

    um livro com um mar secreto no coração de uma personagem lágrima um comboio de doçura num caixeiro convidado e tantos mistérios ue compõem a solidão na voz densa de um homem ue assobia são palavras do próprio autor sobre o livro e eu creio ue bastante esclarecedoras do seu conteúdo cabe ao leitor seguir o rasto encantatório do assobio

  10. Ana Ana says:

    Este é o segundo livro ue leio de Ondjaki e decididamente fiuei adepta da sua escrita Aliás embora a história seja interessante gostei do livro mais pela forma como está escrito do ue pela história propriamente ditaatenção spoiler mais adianteEmbora o início seja bastante promissor auela orgia geriátrica final se assim lhe posso chamar pareceu me um tanto exagerada Mas admiro ainda assim a forma como está descrita Por várias vezes me veio à memória o final do livro O Perfume de Patrick Süskind onde uma multidão enlouuecida pelo poder oculto do perfume se entrega a uma gigantesca vaga de luxúria Só ue tudo o ue é obsceno e repugnante n'O Perfume numa descrição muitíssimo bem conseguida aliás é n'O Assobiador simultaneamente ternurento e divertido e sem um pingo de obscenidade Um grande feito tendo em conta ue há cenas ue envolvem corcundas e dentaduras postiças O mérito evidentemente é todo da lindíssima escrita de Ondjaki ue torna a leitura deste livro um verdadeiro prazer

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *